Judô: O caminho suave da luta

Por Leandro Oliveira – @leoliveeira

Editado por Amauri Barbosa – @amaurichampz

O Judô (Caminho Suave) é uma arte marcial japonesa criada pelo Professor Jigoro Kano, que se baseou no  Jiu-Jitsu e usou a modalidade como base para criação do judô. Em maio de 1882 foi criado no Eishoji (Templo Eishi) a Kodokan , a primeira academia de Judô– sendo o marco da criação da modalidade, com o número de apenas doze tatames e nove alunos. A academia visava o desenvolvimento físico-saudável, a educação moral e intelectual.

Estátua de Jigoro Kano na Kodokan

Em junho de 1886 a polícia metropolitana de Tóquio realizou um campeonato para definir o novo instrutor de arte marcial da academia de polícia. Foi vencido por Jigoro Kano, consolidando o Judô na cultura da sociedade, até então o esporte não era aceito pelo povo nipônico.
No ano de 1887, a prática do Judô teve início nas escolas, sendo uma matéria extracurricular. Em 1911 passou a ser matéria optativa. E em 1930, como matéria obrigatória para os meninos. Nas academias de policia e nos exércitos era obrigatório o Judô na formação.

KUMIKATA (forma de segurar no kimono do oponente). Luta da atleta Fernanda Stieven (faixa laranja) na 1° etapa do Circuito Municipal de judô

O Judô feminino teve inicio no ano de 1893, sendo voltado para a melhoria na saúde das praticantes. A prática de Randori (atividade onde o atleta pratica em uma luta os seus conhecimentos adquiridos nos treinos) era realizada somente com autorização médica, para assegurar a integridade física delas. O Primeiro Campeonato japonês de Judô Feminino foi realizado em 1978, onde a parte competitiva passou a ganhar destaque entre as praticantes.As técnicas têm por base o KIHONSHISEI (posturas fundamentais) – baseado no SHISENTAI (postura natural). Também tem por princípios técnicos o KUMIKATA (forma de segurar no kimono do oponente), o KUSUSHI (desequilíbrio do oponente), o TSUKURI (preparação do golpe), o KAKE (execução) e por fim o KIME (segurança na queda). Outros princípios são o SHINTAI (formas de movimentação no tatame) e o TAISABAKI (esquiva).

Imagens: kodokan.org e Flávio Ferreira da Rosa

About revolucaofolhetinesca

judoca,flamenguista, hiperativo,viciado em cafeina, libriano, idiota, um esboço mal feite de escritor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: