O melhor e o pior do UFC 144

Posted on

Maior Derrotado: Quinton “Rampage” Jackson

Ele não parecia terrível em sua derrota por decisão para Ryan Bader. Mas essa é a melhor coisa que se pode dizer sobre o desempenho do ex-campeão. Isso é provavelmente um mau sinal. A pergunta sobre Quinton é o quanto ele realmente quer continuar praticando o esporte, e por quanto tempo. Se ele não tem nenhuma esperança realista sobre voltar a ser campeão, e se ele não gosta dos aspectos do dia-a-dia da vida de lutador (e ele não gosta). Então por que continuar a se meter dentro de um octógono para ganhar alguns cheques e acabar denegrindo a carreira? Não que esperemos que a decisão da aposentadoria seja fácil e tranquila.

Ele não vem sendo nocauteado seguidamente como Chuck Lidell, mas ele também não tem a mesma paixão e motivação pelo esporte que Lidell tem. Se Rampage continuar se apresentando acima do peso e sendo amassado por jovens e famintos lutadores, por que continuar nisso? Qual o objetivo? Felizmente essa é a pergunta que Rampage deve se fazer essa semana. Ninguém quer assistir um antigo lutador excepcional agindo como um simples adversário vietnamita do Rambo.

Ressureição” da noite: Mark Hunt

Enquanto me prendia a apenas criticar Mark Hunt por seu cartel, ele veio treinando e melhorando. Hunt tem melhorado seu grappling e seu controle de octógono o suficiente para fazer os seus colegas pesos pesados passarem a abrir um olho com ele. Uma vitória sobre Cheick Kongo pode não fazer você a se tornar o próximo Top Contender da categoria, mas com três vitórias consecutivas no UFC, Hunt conseguiu uma incrível reviravolta na sua carreira aos 37 anos de idade. De julho de 2006 até o final de 2010, o lutador não havia ganho nenhuma luta (embora, com lutas contra ‘caras’ como Josh Banett, Fedor Emelianenko e Alistair Overrem, não é como ele tivesse sido batido por um bando de fracassados). Mas Hunt não desistiu, e com esforço entrou no UFC. Ele queria provar a si mesmo que conseguiria se sair bem, e agora está fazendo muito bem isso.

Mark Hunt em sua melhor fase da carreira aos 37 anos. Até quando ele aguenta ?

Desempolgante na vitória: Jake Shields

Ele passou três rounds completos usando um pouco seu striking, e entreteve minimamente o público quando buscava derrubar e segurar Akiyama por baixo. Concedido isso, é díficil manter Akiyama no chão, ainda mais agora que o japônes desceu de categoria, mas se Shields quer continuar a apostar no jogo de chão para obter vitórias é melhor ele se esforçar ainda mais nisso.

Jake tem agora quatro lutas na sua passagem pelo UFC, mas ainda não possui nenhuma vitória convincente na organização. Ele é muito bom lutador para se contentar com decisões sem brilho, e talvez nem seja tão bom para colocá-lo no topo de sua categoria, que é tão nivelada em alto nível. Não sei onde posicioná-lo na categoria dos meio-médios, mas isso não é nada bom.

Empolgante na derrota: Frankie Edgar

Mais uma vez, o MMA presenciou um momento “Rocky”, onde mesmo levando pancada o lutador não deixa de avançar. Não existe nenhuma possibilidade de Frankie desistir de combater, e aparentemente não a nada que ele tema. Você não pode culpá-lo por querer ficar mais um tempo nos leves para recuperar o cinturão, nem descreditá-lo numa possível revanche. Para ser campeão do UFC, o lutador não pode se buscar ou se acostumar com desafios fáceis, sempre tem que buscar os caras mais “casca dura” possíveis, e é justamente isso que Edgar faz.

Mesmo com a sua vontade de permanecer na categoria, devido a sua rapidez e resiliência, seria épico ver uma luta sua contra José Aldo. Todos devem esperar essa luta, menos uma pessoa, o próprio Frankie Edgar. Devemos dar tempo a ele pensar sobre isso. Se ele parar pra refletir e ver que na featherweight a disputa pelo cinturão é algo muito próximo e que na atual categoria ele volta para o final da fila, provavelmente ele verá a luta contra Aldo com outros olhos.

Maior ‘Corta caminho’: Anthony Pettis

As estrelas não poderias se alinhar melhor para o ex-campeão do WEC. Depois de um high kick impressionante que nocauteou Joe Lauzon e a vitória do seu antigo rival no evento principal Pettis conseguiu dar um grande salto rumo a categoria mais lotada do UFC. Será que ele merece um title shot mesmo tendo apenas duas vitórias no UFC, uma das quais sendo uma decisão dividida esquecível? Talvez não, e se ele não tivesse rivalidade com Henderson, você pode apostar que ninguém estaria falando dele agora. Mas nada disso muda o fato de que uma nova luta Pettis-Henderson seria uma excitante opção nesta altura, ninguém perderia por nada, fato esse que Dana White não deixa passar desapercebido. Talvez outros lutadores tenham que ganhar cinco ou seis lutas em sequência para conseguir uma disputa pelo cinturão, e talvez seja injusto Pettis cortar a fila devido a dois memoráveis chutes na cabeça, mas isso não significa que não vai acontecer.

Pettis em sua vitória sobre o novo campeão Henderson. Será que ele consegue repetir o feito ?

Melhor notícia extra: Joe Rogan admite que se deixa levar pelo momento

Ok, então Rogan assustou um pouco quando Tim Boetsch conseguiu um retorno surpreendente contra o Yushin Okami. Foi uma grande reviravolta da parte do Boetsch, mas provavelmente não é a maior vitória na história do MMA, como Rogan inicialmente parecia sugerir. A maioria dos comentaristas se ouvisse essa crítica deixaria passar, mas Rogan se acalmou e admitiu que, sim, ele tinha ficado meio descontrolado no momento. Quando foi a última vez que você ouviu um comentarista esportivo corrigir seus próprios erros rapidamente? Em um trabalho que exige muitas vezes falar antes de você ter a chance de pensar, a excitação equivocada deve acontecer. Ponto para Rogan por admiti-la no ar.

About @justphael

Aspirante a jornalista, brisado por natureza, pseudo-hardcore, iludido e corneiteiro, THAT'S ME.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: