Final da Conferência Americana: New England Patriots x Baltimore Ravens

Posted on

Por @EderTraskini

Pois é, chegamos às finais de conferência na National Football League (NFL). O New England Patriots receberá o Baltimore Ravens, enquanto o New York Giants visita o San Francisco 49ers. Ambos os jogos ocorrem domingo, 22 de janeiro.

Tom Brady tenta chegar pela quinta vez ao Super Bowl

O time de Tom Brady deu uma verdadeira surra, no último fim de semana, no Denver Broncos. O Broncos havia feito todos acreditarem que era possível bater o time de New England. Vinha de uma vitória histórica sobre o grande campeão Steelers, com Tim Tebow jogando bem e completando passes, a Tebowmania  estava no auge. Mas quando Tebow boy defrontou o tri-campeão do Super Bowl, Tom Brady, pareceu assustado e nada conseguiu fazer.

O Baltimore Ravens passou pelo Houston Texans, de uma forte até tranquila. O Ravens enfrentou um calouro na posição de QB, T.J. Yates, já que Matt Schaub e Matt Leinart se machucaram durante a temporada, aí você faz a equação: calouro, playoffs, jogo fora de casa, contra uma defesa e tendo que forçar o passe. Pronto, três interceptações e uma vitória – apesar do placar – tranquila para o time de Baltimore.

Ao analisarmos o confronto temos um Tom Brady com a segunda melhor marca em jardar durante a temporada regular: 5235, atrás apenas de Drew Brees – que já foi eliminado. Pelo lado de Baltimore, Ray Rice, Running Back, correu para 1364 jardas, ficando atrás apenas de Maurice Jones-Drew, que não foi aos playoffs. Será também o embate do segundo melhor ataque, dos Patriots, contra a terceira melhor defesa, do Ravens, que chega até a segunda posição quando o assunto é parar o jogo corrido (e o ataque corrido de New England é apenas o 20º em toda liga).

É bom ficar de olho também em Kyle Arrington, Corner Back do Patriots, que foi líder de intercepções durante a temporada, com sete. No time de Baltimore é bom prestar atenção em Ray Lewis, Linebacker, líder da defesa dos Ravens. É um jogo que reúne um ataque histórico, com Tom Brady que pode ganhar seu quarto anel – igualando a lenda Joe Montana, QB mais bem sucedido da história – contra uma defesa que chegou num ponto que transformou as palavras “Ravens” e “Defesa forte” em pleonasmos. Se eu tivesse que apostar, me sentiria traído, mas apostaria no time de Tom Brady.

Amanhã uma análise sobre a outra final de conferência: San Francisco 49ers contra New York Giants.

Foto: mikefanelli.com

About Eder Traskini

Faço jornalismo na UEPG, como Mc'Donalds, tomo Coca-Cola, uso Nike e leio Veja. E não sou a favor do PT. Santista e amante de esportes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: