Bonde do Croco sem freio!

Coritiba Crocodiles vence clássico contra Curitiba Brown Spiders, conquista o Paraná Bowl III e segue invicto em 2011

Jogadores do Crocodiles comemoram o tricampeonato

Após 93 dias de campeonato, o Coritiba Crocodiles é campeão Paranaense de Futebol Americano. A equipe do Coxa venceu o rival, Curitiba Brown Spiders, por 14 a 7 em um jogo que ficará marcado na história da bola oval no estado. Cerca de 1200 pessoas compareceram no campo do Imperial Futebol Clube na tarde de domingo (19/06). Pouco antes, pela manhã, o Curitiba Hurricanes bateu o Foz do Iguaçu Black Sharks pelo placar de 23 x 14 e ficou com o terceiro lugar da competição.

O clima era de festa: a taça chegou de helicóptero ao Imperial e o Brown Spiders estreava o novo uniforme, todo marrom com escritas brancas. O kickoff da partida mais importante do ano para as duas equipes foi dado às 14h39 pelo Brown Spiders. O primeiro quarto foi morno, parecia que as duas equipes ainda não haviam percebido que se tratava de uma final. No entanto o Crocodiles conseguia alguns bons avanços, mas sem converter em pontos. A melhor chance da equipe foi desperdiçada com um fumble bem próximo à end zone. Enquanto isso, o ataque do Brown Spiders ainda não havia se encontrado na partida, conseguindo poucos avanços.

No começo do segundo período, o Crocodiles chegou a estar em uma 1&go na linha de sete jardas de ataque. A defesa do Brown Spiders segurou as três tentativas de corrida do rival, forçando o Croco a tentar o field goal. O chute, com snap também na linha de sete jardas, não foi realizado com sucesso, no entanto, pelo kicker Kako #6. O Coritiba ainda tentou outro field goal no segundo quarto, desta vez com o snap em 18 jardas de ataque. Mas, de novo, não obteve sucesso.

Já no two minute warning  (dois minutos para acabar o tempo), o Brown Spiders acordou: com as costas na parede e snap na linha de 45 jardas de defesa, o quarterback Maycon #14 precisou de apenas duas tentativas para conectar dois passes e deixar as aranhas marrons na linha de 39 jardas de ataque. Após uma flag na descida seguinte (uso ilegal das mãos por Marreta #90) e um passe incompleto, Maycon conectou outro passe, dessa vez para dentro da end zone, para o wide receiver Maykel #14, faltando 49 segundos para o fim do primeiro tempo. Touchdown para o Brown Spiders, que inaugura o placar em Curitiba. O ponto extra foi convertido pelo kicker England #1. Curitiba Brown Spiders 7×0 Coritiba Crocodiles.

Ainda deu tempo de uma bela jogada da defesa do Brown Spiders antes do intervalo: o quarterback Toddy #1, do Crocodiles, tentou um passe longo, logo após o retorno do kickoff, mas acabou sendo interceptado por Lil’l John #26. Restou aos Spiders ajoelharem e acabar o primeiro tempo. No intervalo, mais festa: os organizadores do evento conseguiram uma cafeteira, que foi entregue à torcedora chutasse a bola mais longe (punt). Além deste prêmio, os dois times deram duas camisetas (uma do Brown Spiders e uma do Croco Pride!, marca de orgulho do Crocodiles) às torcedoras que lançassem a bola oval mais longe.

O Crocodiles voltou para o segundo tempo cheio de gás. Logo após o Kickoff, não deu chance ao ataque do Brown Spiders conseguir o first down. Com o punt do adversário exatamente na linha de 50 jardas, o ataque do Croco precisou apenas de duas descidas para o touchdown: uma com a corrida do running back Santucci #23, que conseguiu o avanço de 10 jardas, mas com a face mask na jogada, avançou 15. As outras 35 jardas vieram com o passe conectado de Toddy #1 para o wide receiver Adan Rodriguez #89, dentro da end zone. Após o ponto extra ser convertido pelo Kako #6, o Croco empatou o placar na capital. Curitiba Brown Spiders 7×7 Coritiba Crocodiles.

Não deu tempo nem de comemorar: após um recuo, um sack e um passe incompleto do Brown Spiders, foram para o punt. O snap foi mal executado, e o kicker sofreu um fumble. O defense line Zoschke #98 do Croco recuperou a bola e correu pra end zone: touchdown! O ponto entra, mais uma vez, foi convertido pelo Kako #6. Crocodiles vira o placar: Coritiba Crocodiles 14×7 Curitiba Brown Spiders.

O Brown Spiders tentou correr atrás do prejuízo com belos passes de Maycon #14, mas a defesa do Coxa trabalhava bem e impedia o first down. O terceiro período acabou e os Spiders ficaram pouco tempo com a posse de bola, bem valorizada pelo Crocodiles. No total, foram apenas três tentativas de descida no quarto período pelas aranhas marrons.

Sem a chance de fazer pontos, o jogo acabou e o Coritiba Crocodiles se tornou tricampeão paranaense de futebol americano. A emoção tomou conta do Imperial, festa verde e branca na arquibancada e, dentro de campo, jogadores emocionados pela conquista. Logo após a festa no local, os jogadores foram até o Couto Pereira, onde foram recebidos por cerca de 21 mil torcedores aos gritos de “É campeão!”. O presidente da equipe, Gerard Kaghtazian Jr, ressaltou a importância da torcida coxa-branca ao time de futebol americano. “É um sonho realizado receber o reconhecimento desta torcida, ainda mais dentro do Couto Pereira”, disse, emocionado.

Equipe é ovacionada por cerca de 21 mil torcedores do Couto Pereira

As duas equipes voltam a campo pela Liga Brasileira de Futebol Americano (LBFA). O Coritiba Crocodiles recebe o Porto Alegre Pumpkins no dia 30 de julho, e o Curitiba Brown Spiders joga em casa contra o Joinville Gladiators, no dia 31.

Por Rodrigo de Souza – @guinhosouza

Foto: globoesporte.com e site oficial do Coritiba

About Rodrigo de Souza

Imparcialidade não é aqui, chefe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: