A consagração de um gênio

Posted on

Assim como em 2006, a final desse ano contou com muita disposição, superação e surpresas.

Mesmo apagado durante o primeiro tempo, Dirk foi decisivo durante toda a série

Quando citei no meu post sobre a final, que o campeão seria a equipe do Texas, muitos me cornetaram e disseram que Lebron e companhia dificilmente perderiam. Bem, esse não foi o caso e liderados por Dirk Nowitzki  – MVP das finais, o Dallas Mavericks venceram a série por 4 a 2.

Essa não foi apenas a vitória do título, mas sim a revanche de 2006, quando mesmo fazendo 29 pontos e pegando 15 rebotes Dirk saiu derrotado. Hoje aconteceu o contrário, apagado durante todo o primeiro tempo, viu Jason Terry e J.J Barea comandarem a equipe.

A partida

Lebron não foi decisivo e errou muito.

Depois de três jogos, a equipe de Miami voltou a jogar em casa e com a AmericanAirlaines Arena lotada tinham a chance de levar a série para o jogo 7.  No entanto, a equipe visitante – contando com 19 pontos do reserva Jason Terry terminou o primeiro tempo com vitória parcial de 53 a 51

Na volta do intervalo, o time da casa veio com disposição e motivados para reverter o placar. Mas como vontade e individualidade não ganham jogo, viram o jogo coletivo do Dallas passar por cima e fechar a final por 105:95;

Quando a sirene soou, Nowitzki, o grande nome das finais, surpreendentemente saiu calado e sem ter nenhuma reação, parecia não acreditar na grandeza do seu feito e na realização do seu próprio sonho. Quando voltou para erguer o troféu, disse:

 Ainda não consigo acreditar. Trabalhamos tanto, durante tanto tempo, que é difícil acreditar.

Do lado do Miami muita arrogância e pouco jogo. Foi a vitória do coletivo sobre o individual.

Esse foi o primeiro título da franquia e a consagração de um gênio.  SALVE DIRK WERNER NOWITZKI

Sonho realizado e prêmio em mãos

Por Edgar Ribas – @Edgar1Ribas

Imagens:

http://globoesporte.globo.com

http://espn.estadao.com.br

About Edgar Ribas

Ele continua fazendo as pedras rolarem e subindo a montanha para trazê-las de volta, como Sísifo do mito grego - que, como bem observou Camus, não sifu coisa nenhuma. Abs, sucessso.

One response »

  1. LeBron James é o tal do pipoqueirooooo heinnnn!!! choraaa miamiii!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: