Rumo ao topo

Posted on

O UFC 131 realizado em Vancouver, Canada não foi bom  para os brasileiros, exceto para Cigano, que mostrou,  ao vencer de maneira segura Shane Carwin, estar em plenas condições de “atropelar”  Cain Velasquez na disputa pelo cinturão dos pesados.

O maincard do evento já começou contando com um brasileiro, o “jiu-jiteiro” Vágner Rocha enfrentou o cowboy Donald Cerrone, o americano desde o 1º round buscava minar as pernas de Rocha, e conseguia isso com raro sucesso. Por sua vez, o brasileiro tentava de qualquer maneira levar a luta para o chão, mas Cerrone estava afiadíssimo em suas takedowns defense.  Essa estratégia se seguiu pelos três rounds e a vitória de Donald Cerrone foi inevitável. Triste para o brasileiro que começa com o pé esquerdo no UFC, Rocha precisa melhorar e muito o seu jogo em pé para ter chances no duro mundo do Ultimate.

A 2ª luta, a única do maincard que não contava com brasileiros, foi a luta mais emocionante da noite, o sério e sisudo norueguês Jon Olav Einemo enfrentou o falastrão e descontraído Dave Herman. Mas todos os sorrisos de Herman foram calados pelas mãos de Einemo, que durante o primeiro e segundo round castigaram o americano, quando todos imaginavam que Einemo estreiaria de forma arrasadora no UFC, eis de que Herman com bons combos de socos  e caneladas surpreende Einemo e o nocauteia de maneira heroica.

Os brasileiros retornaram ao evento na terceira luta, através de Demian Maia. O paulistano enfrentou Mark Muñoz, a luta começou boa para o brasileiro que surpreendeu The Filipino Wrecking Machine com um boxe afiado, de maneira serena e segura Demian Maia venceu o primeiro round. Infelizmente nos rounds seguintes Demian não manteve a mesma qualidade e foi sendo controlado pelo wrestling de Muñoz, no 3º round o brasileiro quase encaixou um crucifixo seguido de uma chave de pescoço no americano, mas Mark conseguiu escapar e vencer o embate.

O co-main event teve mais um brasileiro derrotado. Diego Nunes, que enfrentou mais um wrestler amarrão, o americano Kenny Florian. O carioca Diego até que começou bem, mostrando um jogo em pé bastante elusivo acabou vencendo o 1º round. Mas as quedas de  Florian passaram a funcionar a partir do 2º round e a luta começou a ser tomada pelo marasmo a não ser pelos raros momentos de pura trocação, esse quadro só mudou no final do 3º round, quando a luta voltou a ser emocionante, durante essa trocação final o brasileiro deu um knockdown no americano, mas não restava tempo para ele castiga-lo. Fim de luta, e por pontos Kenny Florian é o vencedor da luta e agora provavelmente pega José Aldo pelo cinturão na Featherweight Division.

Enfim chegamos a luta principal da noite, luta essa que prometia ser rápido, pois no octógono se encontrariam dois ótimos e pesados strikers, Júnior Cigano contra Shane Carwin. O clima entre os lutadores estava um tanto quanto quente, principalmente após as declarações no dia da pesagem. A noite estava péssima para os brasileiros e Cigano era a única esperança para que o Brasil, ao menos uma vez, saísse vitorioso na noite. Cigano já começou bem, pois entrou no octógono ao som de Rocky Theme, e parece que Rocky o inspirou e logo no 1º round Cigano “passou o trator” sobre Carwin, que bravamente resistiu a série de socos desferidos pelo brasileiro no fim do round. O rosto de Carwin depois dessa “surra” ficou extremamente ensanguentado e “rasgado”, mesmo assim o americano resistiu bravamente por 3º rounds, mas em nenhum momento causou perigo para o brasileiro. No final, por decisão unânime, Junior Dos Santos é o vencedor da luta. Agora, Cigano pega Cain Velasquez pela disputa do cinturão dos Pesos Pesados do UFC, alguns rumores apontam que essa luta vai ser realizada no UFC 136 em Houston, Texas. Resta a nós brasileiros apoiarmos muito Cigano nessa luta, para que após um longo período, o Brasil volte a ter um campeão na Heavyweight Division.

Carwin após a "destruição" de Cigano

Por Raphael Gierez – @PhaelPhail

Foto: amazonaws.com

About @justphael

Aspirante a jornalista, brisado por natureza, pseudo-hardcore, iludido e corneiteiro, THAT'S ME.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: