O CHILE É NOSSO!

Uma das ondas mais sinistras do mundo, El Gringo, também conhecida por Flopos. Uma onda que quebra numa pequena ilha de Arica, extremo norte do Chile. Ondas enormes cercaram o grande Arica Chilean Challenge, a terceira etapa do Tour mundial. O evento que foi até o dia 28 de maio, e a cada dia as ondas só ficavam mais poderosas, exigindo cada vez mais fôlego dos atletas. Mas não deu pra ninguém, os brasileiros dominaram grande parte do evento ao lado dos australianos e do chileno Alan Muñoz, o local infelizmente não chegou nem nas quartas de final. E ver o Brasil brilhando é sempre muito bom.

El Gringo

Tubos sinistros, Arica é um local mágico para o bodyboard. Todo o cenário contribui para criar toda uma conexão com a natureza, os condores voando e os animais marinhos ao lado dos atletas. As ondas de direita e esquerda formam uma parede para os competidores abusarem nas  mais diversas manobras aéreas, com muito estilo. Elas podem ser conferidas nos vídeos de melhores momentos do campeonato. Você pode conferir aqui, aqui e aqui.

Mas mesmo com gente nova na parada, chegando com muito estilo e sede de vitória o grande campeão dessa vez foi o veterano Guilherme Tamega de 38 anos. O carioca, local do Posto 5 de Copacabana, acabou com qualquer chances dos outros competidores. Seis vezes campeão mundial, Tamega não decepcionou em El Gringo, impôs seu ritmo agressivo e sempre mandando manobras no crítico da onda, com muita força e consistência.  Ele estava determinado a ganhar, na final venceu o australiano Dave Winchester, com duas manobras de oito pontos. O primeiro oito foi sinistro, ele saiu de um tubo e mandou um El Rollo no crítico da onda, voando para a vitória.  Ele mereceu, 38 anos e em perfeita forma física para mostrar aos mais jovens a força do bodyboard nacional. Guilherme Tamega é um exemplo e ídolo para qualquer pessoa do mundo que começa a praticar o esporte.

Guilherme Tamega festejando a vitória

O Brasil está se impondo no mundo do bodyboard, com muito estilo e força. Guilherme Tamega já demonstra essa força há muitos anos na turnê mundial, serve de exemplo para os que estão chegando agora, como José Otávio. Em Arica, Tamega se superou, enfrentou dores no corpo, mas foi determinado e trouxe mais uma vitória para sua carreira e para o Brasil. O vídeo da vitória no Chile pode ser visto aqui.

Parabéns ao nosso grande Guilherme Tamega, sucesso para o Brasil no World Tour! E em breve posts sobre o catarinense de bodyboard, o campeonato mais forte do esporte no Brasil. Além de vídeos do bodyboarder paranaense Marquinhos Bueno e outros atletas dando umas dicas sobre o esporte para quem quer começar.

por Guilherme Artoff – @guiiartoff

fotos disponíveis em http://www.ibaworldtour.com

About Guilherme Artoff

"It's like the mafia. Once you're in - your in. There's no getting out" Kelly Slater

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: