Clássico é clássico e vice-versa

Em jogo indefinido até minutos finais, Crocodiles vence o rival Brown Spiders e segue invicto no Campeonato Paranaense

Imagem publicitária da primeira partida full pads no Brasil, em 2008.


Quem acompanha a história do futebol americano no Brasil sabe da rivalidade sadia existente entre Coritiba Crocodiles e Curitiba Brown Spiders. No dia 25 de outubro de 2008 o Spiders enfrentou o Croco – ainda chamado de Barigui Crocodiles – no primeiro jogo full pads (com equipamentos oficiais de proteção) em solo brasileiro, dando início ao futebol americano profissional no país. O placar foi de 33 a 10 para as aranhas-marrons. Cada time se glorifica por um feito no futebol americano nacional: se o Brown Spiders tem o orgulho de dizer que anotou o primeiro touchdown no Brasil com equipamentos profissionais (marcado pelo wide receiver #4 Maykel Philipe Bueno), o Crocodiles se vangloria por ser a primeira equipe brasileira a participar de um amistoso internacional, contra o Emperadores do Uruguai, em 13 de dezembro de 2008.

Na tarde do último sábado (30/04) no campo do Imperial em Curitiba, o grande clássico brasileiro teve mais um capítulo. O Curitiba Brown Spiders recebeu o Coritiba Crocodiles e foi derrotado pelo placar de 20 a 10, em um grande espetáculo para os adoradores do esporte. O jogo foi válido pela 4ª rodada do Campeonato Paranaense de Futebol Americano.

Os primeiros pontos da partida foram marcados pelo Brown Spiders. Após conquistarem um first down a duas jardas da end zone, o ataque das aranhas-marrons não conseguiu furar a defesa do Croco e sofreu um recuo de três jardas. Na 4&5 (quarta descida para cinco jardas), o kicker #1 England anotou o field goal, abrindo o placar do jogo: Spiders 3×0 Croco.

#89 Adan Rodriguez comemora seu touchdown, anulado pela arbitragem logo em seguida

Ainda no primeiro quarto, um lance curioso: em uma 1&10 na linha de 14 jardas de ataque do Coritiba Crocodiles, o time do Coxa encaixou um reverse com o wide receiver #89 Adan Rodriguez, que chegou até a end zone. No entanto, durante a corrida, o juiz jogou a flag e o touchdown foi anulado, gerando confusão no gramado. Mas o Crocodiles chegou ao touchdown já nas próximas corridas, agora no 2º quarto de jogo, com o running back #45 Eric. O ponto extra foi convertido pelo kicker #6 Kako, alterando o placar para 7 a 3 a favor o Coritiba Crocodiles.

Não deu nem tempo do Croco comemorar: na devolução de bola ao Brown Spiders, o brilhante retorno do #46 Snoop deixou a bola na linha de 40 jardas de ataque. Logo em seguida, com três corridas, uma flag e um passe, o Spiders chegou ao touchdown com o wide receiver Richter #87. O kicker #1 England acertou o ponto extra, deixando a partida em 10 a 7 para o Brown Spiders.

Quase no final da partida, o Coritiba Crocodiles virou o jogo, com um touchdown marcado pelo wide receiver #80 Joe. No entanto o ponto extra não foi convertido, deixando a partida em 13 a 10 para o Coritiba. O Crocodiles deu números finais a partida com outro touchdown marcado pelo #45 Eric e o ponto extra convertido pelo kicker #6 Kako. Placar final em Curitiba: Curitiba Brown Spiders 10 x 20 Coritiba Crocodiles.

Na 5ª rodada do Campeonato Paranaense de Futebol Americano o Crocodiles recebe o Ponta Grossa Phantoms, enquanto o Brown Spiders folga e volta a jogar somente na 6ª rodada, quando visita o Curitiba Predadores. Os dois jogos serão em Curitiba.

Abaixo alguns números e curiosidades sobre o clássico*:

Total de confrontos: 10 (4 deles sem pads)

Vitórias do Brown Spiders: 6 (2 delas em jogos full pads)

Vitórias do Crocodiles: 4 (todas em jogos full pads)

Pontos do Brown Spiders: 281 (103 deles em jogos full pads)

Pontos do Crocodiles: 115 (100 deles em jogos full pads)

Maior vitória do Brown Spiders: 75×00 (10/04/2005, sem pads)

Maior vitória do Crocodiles: 20×10 (30/04/2011, full pads)

O primeiro jogo entre as duas equipes foi no dia 10 de abril de 2005, o placar foi de 75×00 para o Spiders.

O Crocodiles é melhor nos confrontos full pads, vencendo 4 dos 6 jogos disputados.

*os dados são do blog FPFA.

Por Rodrigo de Souza – @guinhosouza

Imagem: divulgação e Alexandre Mainetti

About Rodrigo de Souza

Imparcialidade não é aqui, chefe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: