Análise do Campeonato Paranaense

Posted on

O Campeonato Paranaense foi uma vergonha para o Clube Atlético Paranaense. Não pelo fato de ter deixado de ganhar o campeonato, e sim, pelo incrível número de atuações lamentáveis.

Ao longo do campeonato o Atlético trocou de técnico quatro vezes. Começando pelo fraco Sérgio Soares, que no início do campeonato já mostrou ao torcedor rubro-negro que não teríamos um bom começo de ano.

Logo após foi efetivado o interino Leandro Niehues. O assistente já odiado pela torcida continuou com um time fraco e que envergonhou o torcedor atleticano.

Com a chegada de Geninho ainda houve uma esperança. Um ou outro jogo o time conseguiu jogar bem, além do técnico ser o Campeão Brasileiro pelo Atlético em 2001. Mas em uma análise fria percebe-se que o presidente Marcos Malucelli quis apagar a fraca atuação no paranaense com a chegada dos ídolos do passado. Como aconteceu com Geninho, Kléberson e Lucas.

Adilson Batista veio com uma grande aceitação. Grande partes dos torcedores atleticanos sempre quiseram ver o ex-zagueiro voltando a defender o rubro-negro. E ele respondeu bem às expectativas. Organizou a zaga e o meio de campo – que eram uma zona – meteu cinco gols no Bahia (placar que há tempo o Atlético não conseguia) e arrisco dizer: se não fosse a expulsão de Manoel, o Atlético teria grandes chances de bater de frente com o time alviverde paranaense.

O Salvador (Fonte:globoesporte.globo.com)

Sobre o fim do paranaense vale também parabenizar o rival alviverde que fez um bom campeonato e bateu o recorde de vitórias consecutivas. Além de ter uma dupla de volantes que está fazendo inveja em diversos times. Léo Gago e Leandro Donizete estão reforçando de que não existe time campeão sem uma dupla de bons volantes.

O próximo jogo do rubro-negro paranaense é no dia 4 de maio de 2011 no estádio Joaquim Américo. O adversário é o Vasco, que vem com um time forte e com vários jogadores perigosos. Porém nada que o Atlético não possa passar por cima. Vamos lembrar-nos daqueles placares em que o maior do Paraná ganhou do time cruz-maltino por 7 a 2, em 2005, e de que o time carioca nunca nos venceu na Arena em Campeonato Brasileiro.

Saudações Rubro-negras.

Por: André Packer – @Packer_andre

About André Packer

“Se a bola soubesse o encanto que tem, não passaria a vida rolando de pé em pé.” Armando Nogueira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: