São Paulo e Uruguai, um casamento duradouro

Posted on

A história do Tricolor com o país platino é antiga, começando por Pablo Forlán, raçudo lateral direito que representou o Uruguai em duas Copas do Mundo, um jogador extremamente aguerrido, conhecido por faltas violentas e pelo vigor físico.

Pablo Forlán em disputa de bola atuando pelo Tricolor Paulista

Outro querido da torcida são-paulina é “Dom” Pedro Rocha, artilheiro do Brasileiro em 1972, tornou-se o primeiro estrangeiro a ser artilheiro em solo brasileiro, ajudou o São Paulo a conquistar dois Paulistões e o primeiro Brasileirão, em 1977. Pedro Rocha era um misto de raça e muita técnica. O clube do Morumbi também já contou com Darío Pereyra, um dos melhores zagueiro que o Tricolor já teve, ídolo dos são-paulinos mais antigos. O uruguaio ganhou dois Paulistas, onde brilhou ao lado do zagueiro Oscar.

Diego Alfredo Lugano Moreno, foi contratado por DVD, gerando polêmica pela forma da contratação. Lugano teve um início apagado no São Paulo, com o passar do tempo teve seu futebol evoluído, e na era do técnico Paulo Autuori (2005) teve seu apogeu. Foi campeão Paulista, Campeão da Libertadores sobre o Atlético do Paraná, e por fim, para selar sua carreira no Soberano, foi campeão do mundo sobre o poderoso Liverpool, títulos todos conquistados em 2005. Lugano é sem dúvida um ídolo, dotado de raça defendeu com garra o manto de três cores, jamais sendo derrotado pelo arquirrival Corinthians. É conhecido por não trocar camisas com os adversários, alegando que é um desrespeito com o torcedor, considerando a camisa um objeto sagrado.

Lugano, capitão no Uruguai, ídolo no Soberano

Diego Forlán (filho de Pablo Forlán), eleito melhor jogador da Copa do Mundo 2010 pela FIFA, atacante nato, forte e com faro de gol. Forlán pode ser o novo uruguaio são-paulino se decidir tomar os mesmos rumos do pai, atualmente veste a camisa do Atlético de Madri da Espanha e sente vontade de defender o time da capital paulista.

“Seria bonito ver meu filho atuando em um estádio tão maravilhoso como o Morumbi. Ele e o Luís Fabiano formariam um ataque formidável. Conversei com o Diego hoje e ele não sabe de nada, mas acredito que uma negociação seria viável. Não é a primeira vez que se fala nessa possibilidade e sei que um dia isso irá acontecer. Ele tem mais dois anos de contrato com o Atlético, mas acho que um acordo poderia acontecer. Sem dúvida nenhuma, o Diego gostaria de jogar em um clube como o São Paulo” – disse Pablo Forlán, pai do atleta e ídolo do São Paulo, dando esperança aos são-paulinos.

Possível contratação é o camisa 10 do Uruguai, melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, segundo a FIFA

Caso o atacante uruguaio venha, terá o prazer de atuar ao lado de Luís Fabiano, a nova contratação do time paulista, sendo a nova dupla de marketing tricolor, ou melhor, nova dupla de ataque tricolor.

Por Amauri Barbosa – @amauriganso

Foto 1: canelada.com.br

Foto 2: blogdomion.com.br

Foto 3: offside.blog.br

About amauriganso

Acadêmico do 2º ano de Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa - Paraná, pedestre, eleitor, paulista e são-paulino de coração.

11 responses »

  1. @mdossantoss

    o São Paulo ja esta com o setor ofensivo bem reforçado!( L.Fabiano, Dagoberto, Willian José,Henrique) se eu fosse o maneger do time, me preocuparia mais em trazer reforços pra defesa, ja que o Miranda(que aliás, não ta jogando nada!) ja ta vendido pra europa e só tem Alex Silva e Rodholfo pra Zaga(Xandão e Uvini nem contam) , e se um deles se lesionar…FUDEU!

    E PELO AMOR DE DEUS, VENDAM O RODRIGO SOUTO , PORQUE ELE É UM LIXO!

    abraços.

    Responder
  2. Gostei do texto Amauri. E como torcedora do tricolor, ficaria muito feliz se o Forlán viesse!

    Responder
  3. RUBENS VIEIRA BARBOSA

    Sei que PABLITO ainda envergará a camiseta do TRIcolor.

    Responder
  4. RUBENS VIEIRA BARBOSA

    Publicação de abril do ano passado retrata bem a verdade.
    O problema perdura: em março de 2012, falhas estruturais na defesa tricolor.

    O sites oficiais dos clube costumam “tapar o sol com a peneira”, todavia o torcedor não é idiota.

    Responder
  5. RUBENS VIEIRA BARBOSA

    PABLO JUSTO FORLÁN, raça e muita força!
    Contemporâneo do seu futebol, o RubenS P F C.

    Responder
  6. RUBENS VIEIRA BARBOSA

    PABLO JUSTO FORLÁN LAMARQUE, terror dos pontas-esquerdas. No futebol do passado, guardava-se mais a posição, portanto, o encontro e “encontrões” eram bem mais habituais.

    Responder
  7. RUBENS VIEIRA BARBOSA

    “Dom” Darío Alfonso Pereyra Bueno, atuava como quarto-zagueiro e volante. Sabia “sair jogando” como muito poucos – futebol refinado, de envergadura técnica.

    RubenS P F C

    (SPFC, dentre os GRANDES és o PRIMEIRO!!!!)

    Responder
  8. RUBENS VIEIRA BARBOSA

    Texto consistente, Amauri!

    Responder
  9. RUBENS VIEIRA BARBOSA

    PEDRO Virgilio ROCHA Franchetti, alcunhado de “El Verdugo”, – “O Carrasco.” Eleito por “um tal” PELÉ, como um dos cinco melhores futebolistas do planeta!

    RubenS P F C

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: